ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Segunda-Feira, 29 de Maio de 2017

31/01/2014 | 02:47:06

Aprec debate os novos rumos para a Saúde na região

Encontro realizado em Araraquara envolveu Secretaria Estadual da Saúde e vinte prefeituras da Região Central

Aprec debate os novos rumos para a Saúde na região

Prefeito Marcelo durante reunião da Aprec

Foto: Sergio Pierri

A primeira reunião da Aprec (Associação dos Prefeitos da Região Central do Estado de São Paulo) de 2014 debateu, na tarde dessa quinta-feira (30), em Araraquara, a nova reestruturação das Santas Casas de Araraquara e São Carlos para os procedimentos SUS – Sistema Único de Saúde, implementadas pelo Governo do Estado. 

Realizada no Centro Internacional de Convenção ‘Dr. Nelson Barbieri’, com a participação de 15 prefeitos e três representantes de prefeituras, além de diversos agentes de saúde pública, a reunião contou com a palestra do secretário-adjunto da Secretaria Estadual da Saúde, Wilson Modesto Pollara, que explicou os detalhes das mudanças feitas pelo Estado. 

De acordo com Pollara, a meta é ampliar o suporte financeiro disponibilizado para as Santas Casas em todo o Estado paulista, visando disciplinar a utilização dos leitos de acordo com a necessidade e realidade de cada município em âmbito regional. 

Para implantar a reestruturação, o governador Geraldo Alckmin está liberando R$ 500 milhões aos hospitais prestadores de serviços SUS, dos quais R$ 14 milhões para a Santa Casa de Araraquara, que passará a ter 25 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). 

“É preciso criar redes de atendimento entre os municípios”, disse o secretário-adjunto, ao explicar o funcionamento do sistema: as Santas Casas de Araraquara e São Carlos realizarão os procedimentos de alta complexidade (problemas mais graves de saúde, que exigem tratamento em UTIs), cabendo às Santas Casas de apoio, no caso dos municípios menores, os procedimentos de baixa complexidade. 

Na prática, ainda segundo Wilson Pollara, os municípios farão a permuta de leitos hospitalares, de acordo com a complexidade médica. Por exemplo, se Américo Brasiliense necessitar de um leito de UTI da Santa Casa de Araraquara, faz a permuta com um leito de baixa complexidade de seu hospital. Para cada procedimento de alta complexidade, o Estado paga 70% a mais, além da tabela SUS, e para casos de baixa complexidade, o pagamento é de mais 40%. 

Nova luz 

Anfitrião do encontro da Aprec, o prefeito Marcelo Barbieri, presidente da Associação, elogiou a ação do governador Geraldo Alckmin. “Com esta reestruturação, o Estado nos deu uma luz e um novo rumo para as políticas públicas de saúde nos municípios”, disse Marcelo. 

O deputado estadual Roberto Massafera também destacou a reestruturação proposta pelo governador Alckmin como “uma grande intervenção do Estado pelas melhorias na saúde pública”. 

Participaram da reunião as prefeituras de São Carlos, Matão, Ibitinga, Itápolis, Porto Ferreira, Descalvado, Américo Brasiliense, Santa Lúcia, Rincão, Nova Europa, Gavião Peixoto, Boa Esperança do Sul, Cândido Rodrigues e Dobrada, além de representantes de Dourado, Ibaté e Trabiju. 

Também participaram a diretora da DRS III (órgão estadual de Saúde), Maria Teresa Eid da Silva, o secretário da Saúde de Araraquara Wilson Aravechia, e os vereadores Edna Martins, Rodrigo Buchechinha e Elias Chediek, entre outros representes de governo.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

Publicidade

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2014 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados