ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

05/06/2019 | 00:18:17

Araraquara busca maior representatividade em projeto de desenvolvimento estadual

Araraquara busca maior representatividade em projeto de desenvolvimento estadual

Na tarde de segunda-feira (3), o vereador José Carlos Porsani (PSDB), acompanhado do diretor da Associação de Bueno de Andrada para Cultura e Turismo Rural (ABATur), Théo Bratfisch, participou de uma reunião na Associação Comercial e Industrial de Araraquara (Acia) com o presidente da entidade, José Janone Júnior, e o diretor regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Ademir Ramos da Silva. O objetivo da reunião foi a ampliação da participação de Araraquara no projeto “Polos de Desenvolvimento”, do governo estadual.

No final de maio, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico divulgou a criação do programa, que tem como objetivo impulsionar a competitividade e a produtividade da atividade industrial no estado. A ideia é integrar políticas públicas e regulamentações para investimento e comércio, a fim de melhorar a balança comercial, empregabilidade, geração de empregos, investimentos e efetividade de serviços públicos. “O problema é que, na lista divulgada pela Secretaria, Araraquara aparece em poucos polos. A nossa diversidade econômica não está representada de forma adequada”, avalia Porsani.

O parlamentar e o diretor da Abatur entraram em contato com a titular da pasta no governo estadual, Patricia Ellen. “Ela nos informou que a lista não é definitiva e que podemos incluir Araraquara em outros setores”, explica Bratfisch. No momento, Araraquara aparece como Região Administrativa no polo Aeroespacial, devido à sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP). Além disso, integra a Região Administrativa Central nos seguintes polos: Saúde e Farma; Metal-Metalúrgico, Máquinas e Equipamentos; Alimentos e Bebidas; Têxtil, Vestuário e Acessórios; e Serviços de TI.

“Se levarmos ao pé da letra, mesmo, deveríamos estar em todos os polos, pois a nossa atividade industrial é extremamente diversificada”, acredita Silva. “Precisamos passar um pente fino para levantar todas as potencialidades da nossa economia”, acrescenta Janone. Contando com os recursos da Acia e da Ciesp, o grupo pretende fazer um levantamento detalhado da atividade industrial do município. “Com os dados em mãos, poderemos dar um retorno para a Secretaria de Desenvolvimento, melhorando a nossa visibilidade no estado”, conclui Porsani.

 

Polos de Desenvolvimento

O programa tem o objetivo de impulsionar a atividade industrial em 11 polos, com ações de incentivo divididas em seis eixos: fiscal/regulatório, financiamento, P&D/tecnologia, qualificação de mão de obra, infraestrutura e serviços, ambiente de negócios/desburocratização.

Os polos de desenvolvimento são: Saúde e Farma; Metal-Metalúrgico, Máquinas e Equipamentos; Automotivo; Químico, Borracha e Plástico; Derivados do Petróleo, Biocombustíveis, Alimentos e Bebidas; Têxtil, Vestuário e Acessórios; Couros e Calçados; Agritech, Aeroespacial e Serviços de TI; e Eco-Florestal.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se j?for cadastrado, ?s?

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados