ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Quinta-Feira, 20 de Julho de 2017

20/04/2013 | 03:15:08

Câmara desempenha papel preponderante no acordo médicos-Prefeitura

Esforço e intermediação dos vereadores pelo diálogo contribuiu para resolução do impasse

Câmara desempenha papel preponderante no acordo médicos-Prefeitura

Foto: Divulgação/AI

O esforço e a intermediação da Câmara foram decisivos para a reabertura do diálogo que resultou no acordo entre Prefeitura e médicos da rede pública de saúde e pos fim ao estado de greve. O martelo foi batido após reunião no Paço Municipal, na noite de quinta-feira, 18 de abril. Na mesma, noite, em assembléia, a categoria aprovou o acordo, que entrará em vigor a partir de maio de 2013.
Os médicos terão incorporada a gratificação já existente ao salário base dos mensalistas, que chegará a R$ 5.096,00 para 20 horas semanais. Existe a possibilidade de aplicação de 6,25% ao salário base, o que o elevaria para R$ 5.414,50; além disso, a Prefeitura deverá criar nova gratificação de R$ 585 desde que cumpridas metas de atendimento à população, o que elevaria o salário para os R$ 6 mil reivindicados pelos médicos.
O encontro, articulado a partir da sessão de terça-feira, 16 de abril, levou à mesa de negociações os vereadores João Farias (PRB), presidente da Câmara; Edna Martins (PV), Aluisio Braz, Boi (PMDB), líder do governo; Ronaldo Napeloso (DEM); Farmacêutico Jeferson Yashuda (PSDB); Dr. Helder (PPS); o prefeito Marcelo Barbieri (PMDB); os secretários Delorges Mano (Saúde) e Antonio Martins (Governo); Valdir Teodoro Filho, presidente do Sismar; e, representantes dos médicos.

Esforço recompensado 

Para João Farias, “o desfecho positivo da negociação demonstra o papel importante na intermediação de eventuais conflitos entre o Executivo e setores da sociedade”. O presidente da Câmara lembra que “solicitamos que o prefeito Marcelo reabrisse as negociações e ele, respeitosa e democraticamente, nos atendeu numa demonstração de seu espírito público e abertura ao diálogo”.
Marcelo Barbieri diz que foi possível contemplar a reivindicação dos médicos sem comprometer o orçamento. Segundo ele, “a grande preocupação de todos é melhorar o atendimento à população”. Valdir Teodoro Filho afirma que “sempre podemos resolver os problemas por meio do diálogo; a reunião foi muito produtiva”. O médico Jorge Hudari Neto também declara ter ficado “satisfeito com o acordo”.
Outro consenso entre os presentes foi a participação preponderante e fundamental da Câmara Municipal para por fim ao impasse. “Mais uma vez, a Câmara deu uma demonstração de sua disposição em ajudar a cidade”, observa o prefeito. Para Valdir Teodoro Filho, “a Câmara cumpriu um papel importante na negociação”.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

Publicidade

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2014 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados