ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/06/2017 | 19:12:13

Domingo (18): Semana Luís Antonio para crianças e adultos

Domingo (18): Semana Luís Antonio para crianças e adultos

As crianças têm vez na programação da 14ª edição da Semana Luís Antonio Martinez Corrêa. Neste domingo (18) serão três espetáculos destinados a elas, além de um espetáculo adulto que terá início no portão do Cemitério São Bento. Com realização da Prefeitura de Araraquara - através da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart – e em parceria com o Sesc Araraquara e Sesi Araraquara,  a programação da Semana Luís Antonio segue inteiramente gratuita até o dia 24 de junho.

A programação infantil começa com o espetáculo “Guaiá de Todos Nós”, com Cia. Burucutu de Teatro, no Teatro do SESC Araraquara, às 11 horas; depois: às 16 horas, tem “A Cinderela do Pé Inchado”, com a Cia. Burucutu, no estacionamento da UPA do Valle Verde; e às 17 horas, na Praça do CEU das Artes, o Grupo Ciranda Rodamundo apresenta "Para Além da palma de sua mão". Já à noite, às 20 horas, os adultos poderão prestigiar o espetáculo “Reviva-me”, com a Cia In-Corporar de Teatro, partindo da entrada do Cemitério São Bento.

 

11h: “Guaiá de Todos Nós”, com Cia Burucutu de Teatro - Teatro do SESC Araraquara

Compondo a programação da 29ª Semana Luís Antônio Martinez Corrêa, o Sesc Araraquara apresenta no próximo Teatrada, domingo (18), às 11h30, a peça “Guaiá de todos nós”, da Cia Burucutu, para toda a família. O espetáculo é gratuito e voltado para toda a família.

A peça é voltada para toda a família, e com uma boa música ao vivo elucida as histórias, a cultura, o folclore e a culinária do estado de Goiás.

Através dos relatos de habitantes da região de Goiás, da moda de viola, de danças circulares, do teatro popular e do feminino, delicado e ao mesmo tempo desbravador universo de Cora Coralina, a Cia optou em levar para a cena duas atrizes e dois atores/músicos, que recontam as histórias coletadas dos habitantes entrevistados em Goiás Velho, durante a viagem do pré - projeto. As atrizes convidam o público para sua “casa” e os entretêm com uma animada tarde de “convercê”, com direito a um simbólico café da tarde regado de musica ao vivo, personificando toda a hospitalidade e simplicidade do povo de “Guaiá”.

O projeto buca Investigar a cultura da região, através de um paralelo entre a cultura nacional e as poesias de Cora Coralina. Esse foi um desafio que a Cia Burucutu se impôs no sentido de pluralizar e individualizar ao mesmo tempo a riqueza cultural local, ouvir os moradores, entender sua oratória, tempo e os sentimento com os quais a pessoa comum compõe o seu universo de “sapiência”, a influência de seus antepassados, o narrar de histórias pessoais ou do coletivo. A cadência inebriante dos “causos” contados de forma simples, embalados pela de viola ou pela cadência da métrica e rima sutil das poesias de Cora.

Nesta montagem, o público poderá entrar em contato com a cultura Goiana de forma tão natural e familiar que dispense a quarta parede teatral, num espetáculo para todas as idades, conjunto, fluído, de senso comum, que desperta a memória dos mais velhos, de forma sensorial e subliminar, repleta de música, costumes, sabores e “causos” contados pelos nossos avôs e que maravilhe os mais novos com toda a expressão lúdica da história de um povo contada por ele próprio.

 

16h – “A Cinderela do Pé Inchado”, com Cia. Burucutu - Estacionamento Upa do Valle Verde

No domingo (18) a Cia. Burucutu estará com espetáculo infantil “Cinderela e o Pé Inchado” no bairro Valle Verde, às 16 horas. A apresentação é gratuita e acontece no estacionamento da UPA. Depois do famoso baile, o Príncipe virá em busca da moça que calça o sapatinho... só que o pé da Cinderela está terrivelmente inchado. E agora?

Nesta montagem, a Cia. resgata o universo musical brasileiro tendo como base o clássico "Cinderela". Entoada nos ritmos de baião, xote, samba, repente, rasqueado, chorinho e maracatu, a história da gata borralheira é contada por dois personagens matutos, legitimamente brasileiros: Zé e Maria.

Numa miscelânea de cores e ritmos, a peça fala sobre o dia seguinte do baile, quando Cinderela conhece o Príncipe. O marquês virá em busca da moça que calça o sapatinho. Cinderela desespera-se ao notar que seu pé está terrivelmente inchado. Tatá, seu amigo ratinho, empenha-se para conseguir um remédio especial: o elixir desinchatório criado pelo Dr. Ratonildo, renomado cientista no mundo dos ratos.

 

17h: Espetáculo "Para Além da palma de sua mão", com Grupo Ciranda Rodamundo - Praça do CEU das Artes

O Grupo Ciranda Rodamundo apresenta "Para Além da palma de sua mão", na Praça do CEU das Artes, no domingo (18), às 17 horas. Inspirado na lenda romani “Amor Cigano”, uma história que justifica o porquê de uma cigana não poder se apaixonar e se casar com um “gadjô” (não cigano), o grupo trouxe para a narrativa do espetáculo a relação entre uma cigana e um rei que, embora se perceba apaixonado por ela, não pode deixar seu povo para viver em “andanças” como um nômade. A partir daí, personagens e trajetórias foram criadas para um roteiro infanto-juvenil, que pretende falar da cultura cigana sem estereótipos, sem preconceitos, mostrando a essência de um povo sofrido e batalhador.

Com direção de Raquel Nascimento, o espetáculo tem no elenco: Anddré Raphael, Gustavo Aragoni, Raquel Nascimento e Thiago Manzoni.

 

20h: Espetáculo "Reviva-me", com Cia In-Corporar de Teatro - ponto de partida: entrada do Cemitério São Bento

“Reviva-me” propõe um cortejo/espetáculo para celebrar a vida de Luís Antonio Martinez Corrêa. O espetáculo terá início no portão do Cemitério Municipal São Bento e caminha com o público até o “Quintal de Luís”, casa onde Luís Antonio nasceu e viveu. Na caminhada haverá várias estações que celebrarão a vida e obra e Luís, com músicas executadas ao vivo, e trechos das mais populares obras de Luis Antonio. Para trazer o "Malandro" de volta à cena, o espetáculo mescla a cultura brasileira com a mexicana, especificamente na tradicional Fiesta de Los Muertos que há três mil anos realizam rituais que celebram a vida e a ressurreição dos nossos ancestrais. “Reviva-me” terá início às 20 horas deste domingo, com o cortejo saindo da frente ao portão do Cemitério São Bento.

O espetáculo tem direção de Denis Pimentta e produção de Elen Souto e Denis Pimentta. O elenco apresenta: Cláudia Galvão, Elen Souto, Marcelo Delilo e Rafaella Pucca. 

 

SERVIÇO:

Semana Luís Antonio Martinez Corrêa

Data: Domingo (18 de junho)

Programação gratuita

 

11h: Espetáculo “Guaiá de Todos Nós”

Cia Burucutu de Teatro

Local: Teatro do SESC (informações na Central de Atendimento da unidade)

 

16h: Espetáculo “A Cinderela do Pé Inchado”

Cia. Burucutu Espetáculo Infantil

Local: Estacionamento UPA do Valle Verde

 

17h: Espetáculo "Para Além da palma de sua mão"

Com Grupo Ciranda Rodamundo

Local: Praça do CEU das Artes

 

20h: Espetáculo "Reviva-me"

Cia In-Corporar de Teatro

Local: Ponto de Partida Cemitério São Bento

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados