ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017

28/07/2012 | 02:24:18

Massafera agenda reunião com Alckmin para discutir citricultura

Massafera agenda reunião com Alckmin para discutir citricultura

Foto: Divulgação

Em busca de soluções para a crise que atravessa a citricultura, o deputado estadual Roberto Massafera agendou uma reunião para a próxima terça-feira (31) com o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, onde também deverão participar os secretários Herman Voorwald (Educação); Andrea Calabi (Fazenda) e João Sampaio (ex-secretário da Agricultura). O governador busca uma solução rápida e realista para o momento.
Na última quinta-feira (26) em Taquaritinga, produtores de laranja da região distribuíram 10 toneladas de laranja porque a indústria recusa-se a comprar. A safra atual é estimada em 360 milhões de caixas (40,8 kg) de laranja das quais não haveria mercado consumidor para ao menos 60 milhões de caixas.
Roberto Massafera defende a inclusão do suco de laranja na merenda escolar dos estudantes da rede pública e nos restaurantes populares Bom Prato mantidos pelo governo do Estado. Trata-se de um enorme mercado potencial para a fruta. O Estado tem 4,3 milhões de estudantes em um ano letivo de 200 dias.
“A laranja é rica em vitamina C, ácidos orgânicos, açucares e fibras, e substituiria a ingestão de refrigerantes e sucos artificiais. Vai contribuir para a saúde do trabalhador e dos estudantes”, comentou Massafera.
A mobilização em Taquaritinga contou com o apoio de várias lideranças políticas. Entre os presentes estavam os prefeitos Ismael Boiani (Iacanga); Marco Antonio da Fonseca (Ibitinga); Júlio Cezar Nigro Mazzo (Itápolis) e José Luiz Quarteiro (Tabatinga). O deputado Roberto Massafera estava em São Paulo agendando a reunião com o governador Geraldo Alckmin.
A indústria citrícola alega que não há mercado consumidor para tanta laranja. Ela iniciou a safra com altos estoques, na casa de 600 mil toneladas e, além disso, afirma que há redução de consumo mundial de suco da ordem de 15%.
Entre as lideranças que participaram do ato em Taquaritinga, o presidente da Associtrus (Associação Brasileira de Citricultores), Flávio Viegas, afirma que essa não é uma crise de mercado, é um problema complexo. Segundo ele, autoridades norte-americanas como o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estimam que os estoques de suco no Brasil são bem menores, da ordem de 205 mil toneladas, e que a redução no consumo mundial gira na casa de 2%.

Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se já for cadastrado, é só

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2014 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados