ACESSE SUA ÁREA

Esqueceu a senha?

Araraquara, Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020

29/10/2020 | 00:13:50

Vamos identificar quem causou o incêndio criminoso no Parque do Basalto, diz Edinho

Segundo Guarda Municipal, homem teria utilizado combustível em um colchão para praticar o ato

Vamos identificar quem causou o incêndio criminoso no Parque do Basalto, diz Edinho
Na manhã desta quarta-feira (28), o prefeito Edinho Silva visitou o Parque do Basalto, que no dia anterior, por volta das 15 horas, foi atingido por um incêndio de grandes proporções que atingiu uma área de aproximadamente mil metros quadrados. Na ocasião, equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Diretoria de Gestão Ambiental do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), com apoio da Guarda Civil Municipal, estiveram no local e conseguiram conter o incêndio por volta das 17h20.
 
O parque passou recentemente por obras de revitalização e ainda não havia sido entregue ao público por conta da pandemia do coronavírus. No local, Edinho realizou diversas melhorias em toda a área, como a instalação de quiosques, de escada de acesso à cachoeira, de passarela e a reforma do guarda-corpo já existente, entre outros serviços.
 
Em uma live realizada no local e publicada em sua página no Facebook, Edinho lamentou o ocorrido. "Em meu horário eleitoral, eu havia dito que o povo sentiria orgulho do Parque do Basalto. Depois de tudo o que nós investimos aqui, aproximadamente R$ 1,8 milhão, o Ibama concedeu para essa área a primeira unidade de conservação ambiental do nosso município. O programa foi ao ar no período da tarde e à noite, pois já havia sido entregue, porém no final da tarde o parque foi atingido por esse incêndio", disse Edinho.
 
Segundo o prefeito, a atitude criminosa não ficará impune. "A Guarda Municipal, que eu agradeço muito pelo trabalho, já levantou informações e o incêndio foi criminoso. Tudo indica que uma pessoa encharcou um colchão com combustível, ateou fogo e o jogou por cima do alambrado, dentro do Parque do Basalto. Portanto é um incêndio criminoso", revelou o prefeito. "A Guarda já identificou uma pessoa que pôs fogo no colchão e jogou para dentro. Quem é essa pessoa nós vamos descobrir em breve", acrescentou.
 
Edinho se mostrou inconformado com a ação criminosa, mas assegura que ela servirá como motivação para seguir investindo na preservação ambiental de Araraquara. "É um ato criminoso e eu não sei qual foi o objetivo. Não sei se foi para atingir a mim, que havia tratado desse tema no meu programa eleitoral, ou se foi por maldade humana, porque se foi por motivo político também é maldade humana. É uma maldade incompreensível. Não é possível que o ser humano chegue a um estágio como esse de destruir a natureza, que é indefesa e não tem como se defender de um ato como esse", afirmou o prefeito.  
 
Edinho também deixou sua mensagem a quem praticou o incêndio criminoso e às pessoas que se sentem representados por esse ato. "Um gesto como esse só nos estimula a continuarmos lutando pela defesa do meio ambiente", garante o prefeito, que já anunciou que fará um mutirão como foi feito no Pinheirinho, que também foi afetado recentemente por um incêndio criminoso.
 
O prefeito também espera contar com a colaboração da população para a recuperação do parque. "Nós vamos mobilizar os setores, a sociedade araraquarense, para que a gente venha para cá. Assim que identificarmos o tamanho do estrago e tudo o que aconteceu aqui, nós vamos organizar um grande mutirão de replantio dessa área. Na cidade que queremos construir não cabe isso, não cabe ódio, não cabe maldade e não cabe nenhum gesto de violência. E aqui foi um brutal ato de violência. Nós vamos vencer. O ser humano vai vencer, a civilização vai vencer e a democracia vai vencer. Podem ter certeza disso", finalizou Edinho, que visitou o local acompanhado de Katia Matteo (diretora de Gestão Ambiental do Daae), Simone de Oliveira (gerente de Biodiversidade do Daae) e Artur de Lima Osório (gerente de Fiscalização e Licenciamento Ambiental do Daae).
Visite a página do site FolhaCidade no Facebook

COMENTÁRIOS

Comentar

Máximo de caracteres: 200

|   Caracteres digitados:

Comentar

Para poder comentar, cadastre-se.

Se j?for cadastrado, ?s?

FACEBOOK

Publicidade

Tl: (16) 3332-5307 / 99727-0985 (site)


(16) 3332-3626 / 99743-2822 (jornal)

contato@folhacidade.com.br

Copyright © 2005/2017 - folhacidade.net. Todos os Direitos são Reservados